Católica Biomedical Research Institute

A criação do novo Centro de Investigação Biomédica constitui desde o início um dos pilares deste Mestrado Integrado em Medicina, assumindo um papel determinante.

O nome do novo instituto reflete os seus objetivos científicos. Assim, o Católica Biomedical-Research Institute (CBI) procurará promover a saúde através da investigação biomédica, compreendendo a biologia da saúde e das doenças, incluindo cancro, diabetes, doenças cardiovasculares e processos neurodegenerativos.

O CBI pretende criar um forte ambiente de investigação básica, pautado por critérios científicos, desenvolvendo as suas atividades para promover a integração da investigação básica e translacional, do ensino médico, da prática médica, da divulgação científica e da atividade cultural em geral.

O futuro CBI fará parte de um triângulo de cooperação entre a Faculdade de Medicina da UCP e o futuro hospital universitário – Hospital da Luz Lisboa do Grupo Luz Saúde –, num centro académico clínico, de acordo com o Decreto-Lei n.º 61/2018 - Regime jurídico dos centros académicos clínicos e dos projetos-piloto de hospitais universitários, proporcionando uma plataforma de ciência básica essencial para integrar o ensino médico baseado na ciência e traduzir a ciência na prática médica. O centro académico permitirá, por sua vez, a criação de dois programas pós-graduados em investigação biomédica e investigação clínica (ciclos de estudos conducentes ao grau de mestre) e um programa doutoral em biomedicina (ciclo de estudos conducente ao grau de doutor).

O CBI integrar-se-á cientificamente na Faculdade de Medicina da UCP e terá organização própria, regendo-se pelos Estatutos da UCP, pelo Regulamento da Faculdade de Medicina e por Regulamento próprio, onde se definirá a estrutura orgânica do centro, bem como a composição e competência dos respetivos órgãos.

O CBI terá inicialmente as suas instalações na infraestrutura da Faculdade de Medicina, no campus de Sintra, e ocupará dois espaços: os laboratórios e salas de apoio com cerca de 1000m2 no piso 3, o biotério com cerca de 400m2 no piso 0 e o biobanco.

Serão membros do futuro CBI docentes e investigadores da UCP, bem como outros docentes e investigadores de reconhecido mérito que, não pertencendo à UCP, desenvolvam atividades científicas que se integrem nos objetivos do futuro centro de investigação.

O centro disporá de instalações próprias, incluindo um Biotério para pequenos roedores, uma seção de Microscopia e Imagem e outra de Citometria de Fluxo e um Biobanco desenvolvido em estreita parceria com o Grupo Luz Saúde.